contato@redima.com.br
(41) 3342-3232

Esteira Transportadora: Conheça os principais tipos

Redima > Blog > Correia Transportadora > Esteira Transportadora: Conheça os principais tipos

Esteira Transportadora: Conheça os principais tipos

Postado por: Redima
Categoria: Correia Transportadora
esteira-transportadora-como-escolher-redima

Principais tipos de esteiras transportadoras e suas vantagens

Esteira transportadora, correia, cinta ou tapete. Mesmo com tantos nomes, esse produto se destaca dentro da indústria. Desde a produção até o momento da distribuição, as esteiras são essenciais no processo logístico das empresas.  

Para que o processo de deslocamento de cargas e produtos ocorra sem erros e de forma rápida e prática, é importante escolher a esteira correta. Mas, antes do processo de escolha, é interessante conhecer as vantagens de usar a esteira transportadora. 

Vamos conhecer essas vantagens, os principais tipos disponíveis no mercado e saber mais sobre esse produto no blog abaixo. Vem com a gente! 

Principais Vantagens da Esteira Transportadora 

A principal vantagem na adoção desse tipo de transporte industrial é, com certeza, o aumento da produtividade. Além disso, diminui a exaustão dos colaboradores e funcionários da empresa. 

Esse dois fatores, juntos, têm efeito dominó sobre diversos outros elementos, como diminuição significativa do trabalho braçal. Em consequência disso, diminui-se o risco de lesões e acidentes, que por sua vez diminui o risco de processos trabalhistas. 

Com o uso das esteiras transportadoras, o trabalho se torna mais confortável, especialmente nos setores de transporte e armazenagem. Dessa forma, torna-se possível o deslocamento de alguns funcionários para diferentes setores. Assim, amplia-se consideravelmente a linha de produção. 

A redução do custo com mão de obra é ampla. Da mesma forma, aumenta-se a quantidade e qualidade do trabalho, o que faz bastante diferença dentro de uma empresa. 

Além do aumento do lucro por causa da otimização da produção, existe ainda a possibilidade da compra de uma esteira feita especialmente para sua empresa. Seu projeto será exclusivo e adaptado. Assim, não será necessário ter despesa com adaptação depois. 

De maneira resumida, podemos dizer que a esteira transportadora diminui o trabalho braçal. Assim, aumenta o planejamento da movimentação na indústria, possibilitando menor desperdício de mão de obra humana. Esse fator faz com que os funcionários não fiquem presos a trabalhos repetitivos, exaustivos e inteiramente manuais. 

Ademais, diminui riscos de processo trabalhista, aumenta produtividade e qualidade da empresa e otimiza o lucro. 

Agora que conhecemos os principais benefícios, vamos aprender quais são os principais tipos de esteira transportadora disponíveis no mercado. 

Qual modelo de esteira utilizar?

A fim de aumentar a rapidez do processo de produção ao mesmo tempo que aumenta consideravelmente o lucro, foram criados diversos modelos de esteira. Variando principalmente em relação ao material, sua empresa deve descobrir qual delas se adapta melhor à função desejada. 

Porém, antes de decidir qual modelo é mais conveniente, clique aqui e conheça alguns fatores cruciais que farão parte dessa escolha. 

Agora vamos conhecer os principais tipos disponíveis no mercado:    

Esteira em corrente de plástico

Essa esteira é produzida a partir de plástico poliacetal. Por ser um material atóxico, sua utilização é bastante versátil. Além disso, seu material não se torna prejudicial quando em contato com outros materiais. 

Sua capacidade de carga é relativamente grande, uma vez que essa esteira transportadora pode comportar cerca de 270 kgs. 

Esteira de Aço

Por outro lado, a esteira transportadora de aço inox aceita uma carga mais pesada, podendo chegar até aos 480 kgs. 

É fabricada de modo a ser versátil. Dessa forma, é muito utilizada no transporte de diferentes materiais, mas principalmente na movimentação de caixas de diversos tamanhos. 

Geralmente, a presença de esteira transportadora de aço inox é um pré requisito em ambientes assépticos, como laboratórios, empresas alimentícias e etc. Além disso, esse tipo também pode ser solicitado em para trabalho em locais úmidos ou em situações em que a máquina precise ser levada com frequência. 

Ademais, existem questões mais práticas acerca da escolha, como menor necessidade de manutenção – ela não precisa ser pintada, ou simplesmente pela estética. 

Além disso, detalhes como possibilidade de curvas, inclinação e níveis de automação também contribuem para a escolha da esteira transportadora de inox. 

Esteira de roletes

Podendo variar no material, espessura, largura e espaçamento entre os roletes, esse tipo de esteira pode ser dimensionada conforme cada situação. A estrutura também poderá variar, devendo também ser a mais adequada. Pode ser de inox, aço carbono ou alumínio. 

Além disso, os roletes podem ser parafusados na estrutura ou apenas inseridos em furos laterais, uma vez que existem roletes de eixo retrátil. No caso dos roletes de eixo retrátil, a esteira ganha uma facilidade adicional para sua manutenção, pois os roletes podem ser encaixados e desencaixados com muita rapidez. 

Outro fator importante desse modelo é sua possibilidade de ser projetada com curvas. Neste caso, existem roletes cônicos próprios para isso, que compensam o espaçamento maior do lado oposto da curva. Isto porque, em uma curva, os roletes são posicionados “em leque”.

A esteira de roletes tem grande mobilidade. Isso porque, independente do tipo de rolete, ele tem rolamento nas duas pontas. Esse fator faz com que seja possível empurrar caixas ou mercadorias pesadas com o mínimo de esforço sobre a esteira. 

A esteira de roletes pode ser motorizada ou não, dependendo do tipo de material dos roletes. Além disso, pode aguentar uma enorme quantidade de carga de trabalho. 

Esteira transportadora de correia

Campeão de popularidade, esse modelo é um equipamento transportador que utiliza como piso (a esteira propriamente dita, a parte móvel) uma cinta ou manta que pode ser de PVC ou borracha. 

É preciso ressaltar duas grandes qualidades da esteira transportadora de correia: o custo e a flexibilidade. Ela permite o transporte de praticamente qualquer produto, de qualquer tamanho. 

Dentro desse modelo, existe uma infinidade de tipos diferentes. Podem variar na textura, podendo ter mais lona ou mais PVC, podem ser lisas ou com estrias, deslizantes ou antiderrapantes. Além disso, podem ser mais flexíveis ou mais duras, de menor ou maior espessura. Todos esses critérios serão definidos em função de como e para quê ela será usada. 

Diferentes Cores

Ainda entre as diversas variáveis, o consumidor poderá definir a cor da sua esteira transportadora. As mais comuns são as de cor verde, branco, preto ou azul. A cor branca é a mais indicada para indústria de laboratórios ou alimentícias, devido a sua facilidade de detecção de problemas de higiene. 

Apesar disso, existe um tipo de esteira transportadora de correia chamada esteira sanitária. Ela foi construída de forma a ter em sua composição, elementos que inibem a proliferação de micro-organismos, como por exemplo, as bactérias. 

Ademais, outro modelo de esteira transportadora de correia é a esteira de borracha. Ela é fabricada com a aplicação de camadas de lona e de borracha. Como são geralmente mais grossas, são aplicadas para cargas mais pesadas.

Como sua resistência é maior, ela pode ser aplicada sobre roletes inclinados lateralmente. Esses roletes formarão um leito côncavo, que é próprio para o transporte de produtos a granel ou pedra, areia, cimento, etc.

Outro detalhe importante a ser considerado é a possibilidade da esteira transportadora de correia possuir taliscas transversais ou laterais. Elas podem possuir diferentes alturas. Pode ser um pequeno em alto relevo, que servirá para impedir que o produto escorre sobre a esteira. Ou então pode ser algo como uma aba de vários centímetros de altura, que será destinada a separar quantidades ou a conduzir com mais eficiência produtos a granel.

Finalmente, é importante se atentar para um último item: como as duas pontas da esteira transportadora serão unidas. Elas podem ser ligadas por garras metálicas, coladas ou vulcanizadas. Independente da solução escolhida, ela deve ser pensada de forma a evitar problemas futuros e danos aos produtos transportados. 

Viu como as vantagens, tipos e aplicações da esteira transportadoras são inúmeras? Ela pode ser projetada e construída de diferentes formas e materiais. Por isso, qualquer que seja seu projeto, faça contato conosco! Estamos sempre à disposição para ajudá-lo a encontrar a melhor solução.

Conheça nosso site e nosso blog e não se esqueça de deixar um comentário 🙂

 

Autor: Redima

Deixe uma resposta